quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Ah, que peninha, hoje não tem futebol...

Os fanáticos por futebol estão desolados. Hoje, quarta-feira, em plenas férias de quase verão, não tem nenhum jogo para que a fauna possa grunhir a vontade! Com o fim dos campeonatos, o jeito, para estes caras é ver outra coisa para fazer. Ou ir ao zoológico berrar junto com os animais.

A bicharada insana vai ter que aguardar o começo de novos campeonatos para saciar sua fome de berro e ativar seus instintos mais primitivos. Já tinha gente achando que o Corinthians deveria comemorar sua conquista com outro jogo.

Hoje os futebosteiros estão tristes e entediados. Não sabemos o que eles estarão fazendo hoje. Talvez criando sua própria "pelada" noturna, para compensar os jogos que não ocorrerão nos estádios. Mas com certeza estarão chorando bastante.

Para os torcedores de futebol, o mundo acabou hoje. Para ressuscitar na próxima temporada.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Após afundar Palmeiras, Felipão é "premiado" com posto de técnico da "copa do Brasil"

Melhor impossível. Nada como levar um time para a derrota e ser chamado para comandar a "seleção" por causa disso. Parece que todo mundo esqueceu a derrota que levou o Palmeiras para o ralo.

A mídia toda está celebrando a volta de Felipe Scolari, o Felipão para o comando da "seleção". Os trouxas agora podem ficar tranquilos que o "país" agora tem "presidente". Alienados odeiam anarquias e amam líderes. Mesmo que esses líderes governem para si mesmos.

E por confundir "seleção" com o próprio país, os brasileiros tratam com absoluta seriedade a escolha de um técnico de futebol, mais do que a de um Presidente da República.. A propaganda da Coca com o Huck mostra isso, colocando uma bandeira do Brasil nas costas de um pobre coitado que só pensa em futebol, achando que isso traga melhorias para o país.

E a mídia, em deleite, faz longas e mais longas reportagens, só para dizer que o Felipão voltou a seleca. Fazer associações ao penta conquistado na mutreta, na compra de adversários, no "jeitinho brasileiro", é "primordial". É bom fazer a população alienada se comover com a vitória inútil, mas desejada, como uma criança que recebe um cara vestido de Mickey Mouse em sua casa.

Povo otário deve estar feliz mesmo, pois para conquistar o hexa, nada melhor que ter o mesmo técnico do penta. Neymar, o babaca, deverá sair como "herói" máximo da nação, após a festinha tola.

Scolari é um bom técnico. O Palmeiras na verdade perdeu por falta de sorte. Apesar de ganho no roubo, a "seleção" foi bem treinada por ele. Mas faltou bons jogadores. 

Na era da mediocridade, até o futebol tá na onda, pois desde o final dos anos 80, fomos contaminados pelo futebol-negócio, tendo no lugar de craques, um bando de estrelinhas que só fazem o correto em campo e o errado fora dele. Com jogadores assim, ser o melhor do mundo só se for no cambalacho. Na desonestidade mesmo. Até porque estamos acostumados a trapacear no nosso cotidiano, porque não em uma copa?

Mas a associação com a copa de 2002, pelo fato de ter o mesmo técnico,  é o que anima a "torcida", achando que com isso - e brasileiro é muito místico - a vitória supérflua seja garantida. Para dar uma prótese de alegria falsa a quem não consegue - por ignorância e má vontade - adquirir a verdadeira e permanente felicidade.

Felipe pode até treinar com qualidade. Mas na hora do aperto, a grana oferecida pelos "cartolas" da CBF é que fará diferença nos momentos decisivos, para o bem da ilusão coletiva nacional.

sábado, 17 de novembro de 2012

Futebol no tempo das cavernas

Fred Flinstone e Barneymar na "seleção". Para fazer a alegria dos trogloditas.


segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Os melhores momentos do Fluminense no campeonato

Os melhores momentos do mais novo campeão brasileiro...

Com a padronização visual imposta pela CBF e pelos Governo e Prefeitura, é óbvio...

Não entendeu, clique aqui, aqui e aqui.












quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Mais um novo canal para quem está de saco cheio do futebol!


Entrou hoje no ar o mais novo site anti-futebol da internet, o Maldita Tela Verde. O nome é inspirado na imagem forte que há antes dos jogos, quando as redes de televisão mostram o gramado no intuito de hipnotizar os telespectadores para que estes possam se fanatizar com os jogos.

Este site aproveitou para publicar antigas postagens do Footilidades e do Futebosta para que os outros possam ler ou reler. Os dois citados continuarão, já que é necessário haver mais blogues anti-futebol para que este esporte deixe de ser visto como "obrigação social" em nosso país. 

Até porque são apenas 3 blogues contra o fanatismo no futebol enquanto os que estimula o fanatismo são mais de um milhão.

Prestigie este novo site e continuem prestigiando os que já existem. Lute pelo seu direito de não curtir futebol!

Para não se esquecerem: http://malditatelaverde.blogspot.com.br/

domingo, 12 de agosto de 2012

Choro Olímpico: O esporte onde os brasileiros ganham disparado


O COI está perdendo uma grande oportunidade de premiar os brasileiros com uma chuva de medalhas de ouro. Poderiam criar uma nova modalidade de esporte chamada Choradeira Olímpica. 

Consiste em chorar na frente de todo mundo, por qualquer motivo, seja de felicidade ou tristeza. Os atletas brasileiros tem demonstrado grande vantagem perante as equipes de outros países nesta modalidade. Neste esporte, não tem para ninguém: o ouro é do Brasil.

Os atletas brasileiros sempre choram. Um bando de bebês chorões. Choram de dor mas também choram de alegria. Choram quando chegam, choram quando saem, choram quando ganham e choram quando perdem.  Choram, choram e choram. Choram o tempo todo, com hino ou sem hino, com torcida ou sem torcida. Um verdadeiro mar de lágrimas digno de dilúvio.

Resta saber se depois de vencerem nesta modalidade, eles irão chorar ainda mais. Eles são bons nisso...

sábado, 19 de maio de 2012

Luiz Carlos Prates: "Ronaldinho Gaúcho e a Academia de Letras"

O comentarista do Jornal do SBT fala uma verdades sobre o superestimado jogador.

 

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Fotos de futebol satirizam padronização visual de ônibus

OBS: Resolvi reproduzir este texto como forma de participar e multiplicar esta campanha, que possivelmente irá irritar os busólogos que curtem futebol, que admitem empresas de ônibus com a mesma pintura, mas nunca times de futebol com o mesmo uniforme.

Fotos de futebol satirizam padronização visual de ônibus

Extraído do Mingau de Aço

Para quem não entende as desvantagens da padronização visual nos ônibus das cidades, que dificulta a identificação exata da empresa que serve determinada demanda de passageiros, nada como uma paródia para ensinar algumas das principais desvantagens.

Embora fosse um contexto muito diferente, o futebol estadual é uma maneira de explicar as desvantagens de ver empresas de ônibus usando a mesma pintura, através da analogia dos clubes esportivos. E há o destaque da organizadora, a Confederação Brasileira de Futebol, que ofusca os nomes dos times e dos anunciantes. Além disso, no lugar dos números em si das camisas, há o código "tecnicista" tipo CRV-10 (Camisa 10 do Clube de Regatas do Vasco) e FFC-13 (Camisa 13 do Fluminense Futebol Clube).

Sabendo que o futebol é o motivo maior dessa concepção, por sinal tecnicista e autoritária, de "mobilidade urbana", pois elas são feitas explicitamente visando o turismo da Copa de 2014, e pelo fato do esporte ter no Rio de Janeiro seu principal reduto de fanatismo, nada como ilustrar a sátira com clubes fluminenses, explicando, através do humor, aquilo que a busologia não consegue explicar.

Pedimos para as pessoas identifiquem nas fotos os clubes abaixo nas camisas "padronizadas". Um dos times enfrenta o Volta Redonda, que também usa, no caso, as mesmas cores. Alguém vai se convencer, no caso, de que a padronização visual iria "disciplinar", "organizar" e "agilizar" o futebol brasileiro? Vejam bem as fotos montagens abaixo:

CLUBE DE REGATAS FLAMENGO
CLUBE DE REGATAS VASCO DA GAMA
BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS
FLUMINENSE FUTEBOL CLUBE






domingo, 6 de maio de 2012

Futebol é coisa de macho?

Não sei não. Os vídeos poderão responder a esta pergunta.

 

 


 

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Neymar chega aos 20 anos

O "arroz de festa" do momento, o cara mais chato da atualidade, idolatrado por muitos só porque corre atrás de uma bolinha (só no Brasil que correr atrás de uma bolinha ganha uma seríssima importância, reconhecida até por autoridades), finalmente chega soa 20 anos totalmente sem noção e sem discernimento, preparado pela mídia com a função de encher o saco de qualquer um.

E eis o nosso presente para o fedelho com cabeça de pica-pau:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...