sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Publicitários e empresários de Neymar tentam convencer Bruna Marquezine a voltar para o jogador

Para uma sociedade que superestima o futebol a ponto de confundi-lo com dever cívico, o seu maior "herói" deve ter a sua "primeira-dama". Toda a mídia - que tem o péssimo hábito de superestimar a vida privada das celebridades - sabe disso e os plantonistas já correm apressados com o intuito de reconstruir o casal "Neymarquezine" em tempo para a copa.

Empresários do jogador e publicitários, sobretudo os que representam os patrocinadores da "seleção", já atuam nos bastidores para tentar convencer Marquezine a voltar para o espevitado jogador. 

Entendem os poderosos por trás do jogador que Marquezine tem as características ideais de uma musa com 100% de aceitação popular para fazer o papel de "primeira-dama" do "aior motivo de orgulho da população brasileira". Afinal, um "herói" solitário pegaria muito mal, tanto quanto vê-lo relacionando com alguma musa com algum índice de rejeição (como as mulheres que Neymar escolhe por conta própria para se divertir).

Mas pode ser que as negociações fracassem, pois Marquezine já demostra interesse por um ator, colega de elenco. Mas a pressão para que ela volte é tanta que já estão inventando que a iniciativa de voltar seria dela. Como se Neymar, um bronco feioso e farrista, sem instrução e de baixo nível intelectual, tivesse qualidades para ser um príncipe encantado e marido perfeito.

Muita água ainda está para rolar. Mas como a mídia futebolística sempre dá um jeitinho para que o futebol brasileiro e tudo que está relacionado com ele estejam em alta, é provável que o casal volte a se unir. Nem que dure apenas até o final da copa, só para promover o superestimado gaiato.

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Acabou a farsa: Neymar e Marquezine não são mais um casal

Perdeu, Lelek, perdeu! Neymar, o rei absoluto dos Lelekes, teve o seu continho de fadas de araque finalmente encerrado: a gostosa da Bruna Marquezine está soltinha, soltinha.

O namoro dos dois que surgiu mais para promoção de ambos do que para troca de afetos, já não começou de forma normal, dando a entender que Marquezine foi "escolhida" pelos empresários do jogador para interpretar o papel de "primeira dama" da copa. Mas com o fim do namoro, os planos dos agentes do jogador foram por água abaixo.

Marquezine acabou perdendo oportunidades publicitárias com o fim do namoro, o que denuncia o verdadeiro motivo da existência do relacionamento com o jogador. A atriz havia conseguido o papel de protagonista da principal novela da Globo por causa do namoro, embora ela fosse de fato uma atriz talentosa, conduzindo muito bem o papel.

Resta saber quem será a nova escolhida para o papel de "primeira dama do futebol brasileiro", uma espécie de "Irina Shayk" ou "Victoria Beckham" tupiniquim, já que em tempos de copa, um "herói" solitário ia pegar muito mal para uma sociedade que gosta de ver seus ídolos muito bem acompanhados.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...